Tchau 2015; bem-vindo 2016

Pra fechar bem 2015, eu resolvi fazer um wrap up dos livros que eu li durante o ano. No meu GoodReads, lá em janeiro, eu estabeleci uma meta de 22 livros para o ano todo. Foi um número relativamente aleatório (sim, escolhi minha idade) porque eu não tinha muita noção de quantos livros ia conseguir completar enquanto escrevia minha tese de mestrado.

Mas a grande novidade que fecha meu ano muito bem e já começa 2016 com o pé direito é que eu não só completei, como ultrapassei minha meta inicial. No total, eu li 28 livros durante 2015! (:

Então, aqui eu resolvi fazer uma premiação para os melhores livros de cada categoria que eu li ano passado. Para quem tiver curiosidade de saber todos os 28 livros, eles estão listados no final do post em ordem de leitura.

 

Melhor Fanfic Que Virou Livro

After – Anna Todd

IMG_2330

Vou começar com essa categoria porque esse foi um dos últimos livros que eu li no ano. Eu comprei esse livro por causa de uma indicação um tanto quanto exaltada de uma vendedora e não me arrependi. É originalmente uma fanfic de One Direction, o que não me soou muito atrativo no começo, mas acabou me deixando muito mais interessada na banda no final.

Assim como toda fanfic, os capítulos são pequenos e a linguagem extremamente fácil. Mas o que me chamou mesmo a atenção foi o final. Não vou dar spoilers, mas é um clichê curiosamente imprevisível. Admito que já tinha formulado várias hipóteses para como o livro acabaria, mas me surpreendeu muito positivamente ao não ser nenhuma das minhas opções. Acabei o livro e já comprei o segundo da série, apenas pensando “Como foi que eu não previ isso?”

 

Melhor Fantasia

Corte de Espinhos e Rosas – Sarah J. Maas

IMG_2278

Eu fechei ano passado com a review desse livro. Eu tenho uma queda por romances fantásticos e esse com certeza conquistou meu coração já nas primeiras páginas. Eu li tão rápido que estou me convencendo a ler mais uma vez para absorver todos os detalhes.

Esse livro é um retelling da Bela e a Fera em um mundo melhor ainda do que o que Disney nos apresenta. Aqui, a magia acontece durante uma guerra entre humanos e fadas, com direito a todos os elementos de contos de fadas, como maldições, lordes e seres místicos; tudo isso misturado com um gostinho a mais de romance, personagens fortes, desafios e a promessa de uma continuação em 2016.

 

Livro com a Melhor Escrita

Feita de Fumaça e Osso – Laini Taylor

IMG_2323

Eu ainda não consegui apenas uma palavra para descrever esse livro. Mais uma vez, é um livro que mistura romance e fantasia, dessa vez com anjos e demônios. Eu demorei muito para comprar esse livro, mas quando finalmente cedi à curiosidade, ele veio automaticamente ganhar um prêmio no final do ano.

A história gira em torno de Karou, uma órfã que substitui sua família por um grupo de demônios que a acolhem, e Akira, um anjo destinado a destruir o mundo por ter perdido a fé nos humanos. Isto é, até ele encontrar Karou. Há toda uma história por trás que deixa o romance muito mais interessante, mas o toque especial vai com certeza para a escrita.

Hoje em dia é difícil encontrar livros assim. Os autores geralmente procuram escrever de forma mais simplificada e fazer com que a história seja extremamente importante. Não menosprezando o enredo em si, mas esse livro prova o quanto a forma de escrever, a escolha das palavras e do que descrever influencia no produto final do livro.

 

Menção Honrosa

All My Friends Are Superheroes – Andrew Kaufman

IMG_2326

Esse é um daqueles que virou livro de cabeceira: aquele que você deixa ali num cantinho especial do seu quarto só pra poder reler várias vezes. A história é contada por Tom, a única pessoa sem poderes no meio de amigos, familiares e esposa super-herois. Tom embarca no avião e tem que descobrir uma forma de fazer sua mulher, que foi hipnotizada, voltar a enxerga-lo antes de o voo pousar no destino de sua lua de mel.

Pra mim, o que tornou esse livro tão especial e digno de uma menção honrosa foi que as personagens não são os super-herois tradicionais; eles são identificados por uma característica forte e marcante de sua personalidade, como a Perfeccionista, o Senhor Atrasado e a Oportunidade. Assim, o livro acaba mais sendo uma análise de padrões de pessoas e é possível identificar cada um deles dentro da sua própria vida, fazendo também uma análise da sociedade como um todo.

É uma daquelas histórias de amor que aquece o coração e ainda transmite mensagens importantes. Hoje, All My Friends Are Superheroes fica ao lado de Peter Pan, O Pequeno Príncipe e Alice no País das Maravilhas no meu criado mudo.

 

Pior Livro

Veneno – Sarah Pinborough

IMG_2325

Infelizmente, também tive que selecionar um lado negativo de toda essa leitura de 2015. Fiquei um pouco desapontada com Veneno, pois esperava uma escrita mais elaborada e um final alternativo para o conto. O livro retrata a história da Branca de Neve contada pelo ponto de vista da Rainha Má.

Ainda que o livro tenha um final alternativo (que eu imagino se aproximar mais do original do que a versão da Disney), eu não consegui sentir tanta simpatia pelos personagens. Como eu não me conectei nem com a própria Branca de Neve (que também se torna um pouco mais “devassa” do que o esperado), acabou tornando a leitura um pouco mais parada e difícil de terminar.

Comparado com todos os outros livros de 2015 (que, diga-se de passagem, foram uma boa safra), eu senti que esse foi o que menos me despertou interesse e atenção mesmo depois de ter lhe dedicado tanto tempo.

 

E, por fim,

Melhor Livro

O Sol é Para Todos – Harper Lee

IMG_2324

Com certeza o melhor. Eu sei sim porque demorei tanto tempo pra começar a ler: tem toda aquele estigma de livro clássico e uma leitura mais pesada e eu tinha medo de acabar achando maçante. Mas não, acabou sendo o meu favorito do ano inteiro.

Já dei de presente para duas pessoas que também se encantaram e deram outras cópias para mais pessoas ainda. Porque é assim: quando um livro ganha o de melhor do ano, ele merece ser lido e a palavra espalhada.

O livro é contado na perspectiva de Scout, uma criança que vive no Alabama de 1960. Além de conter muitas lições de vida, O Sol é Para Todos retrata muito bem a até então realidade do sul racista dos Estados Unidos e como isso influenciava a sociedade da época. Sempre acho temas como racismo e preconceito muito interessantes quando bem retratados em livros, pois sempre trazem críticas válidas e importantes para o leitor.

Ainda pretendo fazer uma review inteirinha sobre ele, mas por enquanto, fica aqui meu encanto por O Sol é Para Todos.

 

 

Por fim, aqui fica, como prometida, a lista dos 28 livros que li em 2015:

IMG_2320

  1. Sábado à Noite 3 – Com Amor e Música – Babi Dewet
  2. All My Friends Are Superheroes – Andrew Kaufman
  3. All I Know Now – Carrie Hope Fletcher
  4. City Of Heavenly Fire / Cidade do Fogo Celestial – Cassandra Clare
  5. Poison / Veneno – Sarah Pinborough
  6. Clockwork Angel / Anjo Mecânico – Cassandra Clare
  7. The Selection / A Seleção – Kiera Cass
  8. The Elite / A Elite – Kiera Cass
  9. We Are All Completely Beside Ourselves – Karen Joy Fowler
  10. A Court Of Thorns And Roses / Corte de Espinhos e Rosas – Sarah J. Maas
  11. The One / A Escolha – Kiera Cass
  12. Throne of Glass / Trono de Vidro – Sarah J. Maas
  13. Cinder – Marissa Meyer
  14. The Heir / A Herdeira – Kiera Cass
  15. The Statistical Probability of Love at First Sight / A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista – Jennifer E. Smith
  16. Red Queen / Rainha Vermelha – Victoria Aveyard
  17. Fangirl – Rainbow Rowell
  18. To Kill A Mockingbird / O Sol é Para Todos – Harper Lee
  19. Finding Audrey / À Procura de Audrey – Sophie Kinsella
  20. Daughter of Smoke and Bone / Feita de Fumaça e Osso – Laini Taylor
  21. Eleanor & Park – Rainbow Rowell
  22. Paper Towns / Cidades de Papel – John Green
  23. After – Anna Todd
  24. Crown of Midnight / Coroa da Meia-Noite – Sarah J. Maas
  25. Heir of Fire / Herdeira do Fogo – Sarah J. Maas
  26. To All The Boys I’ve Loved Before / Para Todos os Garotos Que Já Amei – Jenny Han
  27. After We Collided / Depois da Verdade – Anna Todd
  28. An Ember in the Ashes / Uma Chama Entre as Cinzas – Sabaa Tahir

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *