Shadowhunters no Netflix

Para todo mundo que já teve a grande oportunidade na vida de ler alguma coisa da Cassandra Clare, é fácil dizer que você se apaixona rapidamente pelos livros dela. Em especial, a primeira série que ela lançou: Os Instrumentos Mortais, mais conhecidos pelos nomes individuais dos livros, como Cidade dos Ossos, Cidade das Cinzas, Cidade de Vidro, Cidade dos Anjos Caídos, Cidade das Almas Perdidas e Cidade do Fogo Celestial.

E, muito mais do que isso, todos os fãs desse mundo fantástico estavam muito ansiosos para a estreia da série de TV Shadowhunters, transmitida pelo Netflix.

Para quem não sabe, a série conta a história de Clary, uma menina que acaba de descobrir que possui o sangue de Caçador de Sombras (Shadowhunter), ou seja, é metade humana e metade anjo. Com isso, ela conhece Jace, Isabelle e Alec, outros Shadowhunters que vão ajudar Clary a encontrar a mãe que recentemente desapareceu.

Não vou começar a comentar aqui do meu amor infinito por esses livros, vamos focar na série.

Ela estreou hoje no Netflix, com Katherine McNamara no papel de Clary Fray e Dominic Sherwood (aquele do clip de Style da Taylor Swift) no papel de Jace. Não posso dizer muito, já que só assisti ao primeiro episódio por enquanto, mas não fiquei muito satisfeita. Jace é para ser um personagem extremamente arrogante e Clary não é tão desesperada assim quanto parece na série.

Além disso, achei que os atores não conseguiram passar nenhuma química entre eles, não há nenhum tipo de sentimento entre os personagens principais.

Isso me decepcionou bastante, já que na versão do filme, a Lily Collins e o Jamie Campbell Bower atuaram muito bem e, pra mim, foram exatamente tudo o que eu esperava da Clary e do Jace.

Agora, vamos dar alguns créditos para série: a atuação do Magnus, Alec e Isabelle foram muito boas. Muito melhores do que os principais. Isso sem nem mencionar Valentine que merece um prêmio por ter sido o único do elenco da série que ficou melhor do que no filme.

Vou deixar aqui o trailer da série traduzido pelo Idris Brasil para quem se interessar e ainda não conhecer:

No fim, isso tudo só serviu pra me dar mais vontade ainda de voltar a ler livros da Cassandra Clare e acho que vou retomar com Príncipe Mecânico, da série Instrumentos Infernais, que se passa em Londres de 1878.

E vocês, o que acharam até agora da série Shadowhuntes? Mais alguém também já leu ou está lendo os livros?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *