|Resenha| Simon vs. a Agenda Homo Sapiens

Pensem em um livro tão fofo que você tem vontade de passar dias abraçada a ele depois de terminar de ler só pra história não se perder na sua memória: esse livro é Simon vs. a Agenda Homo Sapiens.

O livro conta a história do Simon, um menino do 2º ano do ensino médio que já descobriu há algum tempo que é gay, mas não sabe muito bem como contar isso para as pessoas. É por causa de um post anônimo no tumblr da escola sobre homossexualidade que Simon começa a trocar e-mails com Blue, o autor do post que também frequenta a mesma escola de Simon. Mesmo sem saber quem o outro é, os dois meninos passam a trocar e-mails, nos quais vão dividindo seus segredos e sentimentos sem nunca revelar quem realmente são – o que não impede os dois de se apaixonarem.

“Ele falou sobre o oceano entre as pessoas. E que o objetivo de tudo é encontrar uma margem até a qual valha a pena nadar. Eu precisava conhecer esse cara.”

A autora prente a atenção de todos desde o começo quando o leitor passa a se perguntar “Quem é o Blue?” É uma daquelas coisas que a gente sabe que provavelmente só vai descobrir no final do livro, mas a gente não consegue evitar e fica procurando dicas o livro inteiro pra saber quem ele realmente é.

O problema já aparece nas primeiras páginas e acontece quando Martin lê os e-mails e ameaça mostrá-los para a escola inteira a não ser que Simon o ajude a ficar com sua amiga. Mesmo revoltado de estar sendo chantageado, Simon decide ajudar Martin para que nem ele nem Blue sejam expostos.

“Sei lá. Estou de saco cheio de gente hétero que não consegue resolver as próprias merdas.”

O livro inteiro é contado pelo ponto de vista do Simon e intercala seus pensamentos com e-mails que ele troca com o Blue (uma das minhas partes favoritas!). É lindo ver o amor deles nascendo e os dois perdendo o medo de revelarem quem realmente são à medida que vão se encantando cada vez mais com a escrita um do outro.

IMG_8991

Além disso, apesar de os personagens principais serem gays, fica claro que esse não é o único tema abordado. O livro foca mais em como os adolescentes no geral passam por uma fase na vida onde tem que tomar muitas decisões importantes e como é um período confuso na vida de uma pessoa. A decisão de Simon é contar para todos que é gay, mas o livro também nos introduz a outros problemas dos amigos de Simon, por exemplo, como de que forma conversar com uma menina, bebidas, os primeiros relacionamentos, fofocas nas escolas e bullying.

“E essa coisa gay. Parece tão importante. É quase intransponível. Não sei como contar uma coisa assim para eles e continuar me sentindo o mesmo Simon. Porque, se Leah e Nick não me reconhecerem, eu também não vou mais me reconhecer.”

Uma dos pontos fortes do livro, para mim, foi a família e os amigos de Simon. Achei incrível a forma com a qual eles aceitam a revelação de Simon e mostram que não é porque ele é gay que ele muda quem ele é ou a forma com a qual as pessoas que o amam vão o ver dali para frente. É o tipo de família compreensiva que você deseja que todo adolescente tenha na hora de tomar uma decisão importante, sempre o apoiando e mostrando suporte.

 “Você não acha que todo mundo devia ter que sair do armário? Por que o comum é ser hétero? Todo mundo devia ter que declarar o que é; devia ser uma coisa bem constrangedora, não importa se você é hétero, gay, bi ou sei lá o quê.”

Apesar de debater temas muito importantes como homossexualidade e até preconceito racial, a autora conseguiu fugir de um tom pesado e narrar a história de uma forma muito leve e natural, trazendo uma leitura fluida e encantadora que deixa os leitores apaixonados pela narrativa.

IMG_8992

Simon vs. a Agenda Homo Sapiens veio para quebrar com vários preconceitos e mostrar com naturalidade a vida de adolescentes que se apaixonam virtualmente e tentam trazer seu amor para a realidade. Tudo isso com com um toque de fofura, amizade, família e muito, muito Oreo.

Simon vs. a Agenda Homo Sapiens
Autora: Becky Albertalli
Páginas: 272
Editora: Intrínseca

8 thoughts on “|Resenha| Simon vs. a Agenda Homo Sapiens

  1. Parece ser um livro muito interessante, principalmente pela proposta de misturar a narrativa com os emaisl trocados pelos dois. E amei a ideia de tirar as fotos do livro com Oreo, apesar de que não teria coragem de encostar comida em um livro haha!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *