|Resenha| Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática

Eu nunca tinha lido nada da Thalita Rebouças e já achei que estava na hora de investir melhor em leituras nacionais. Tinha um pouco de receio de ler esse livro no começo, mas ele superou minhas expectativas.

IMG_9225

O livro conta a história de Teanira (sim, Te-a-ni-ra), mais conhecida como Tetê. Ela é uma menina não muito magrinha que sofre de vários tipos de bullying na escola e não tem nenhum amigo. Isso tudo é intensificado pelo fato da família bem grandinha de Tetê também não darem muito apoio à menina. Assim, ela passa a maior parte do tempo assistindo filmes tristes, ouvindo músicas melancólicas e fazendo uma das coisas que mais gosta no mundo: cozinhar – ela até compartilha várias de suas receitas facinhas com os leitores durante o livro!

A narrativa começa quando a Tetê muda de escola e está desesperada para saber o que vai acontecer nesse lugar novo. Porém, o que ela mal imagina é que já no primeiro dia ela faz dois amigos, Zeca e Davi, que vão ser responsáveis por cuidar dela nessa nova fase de sua vida e por toda a mudança que ela vai passar. Ela também vai se aproximar de Erick, o menino mais bonito da escola, e arrumar sua primeira inimiga de verdade: Valentina, a namorada de Erick.

IMG_9227

Eu vi muito de mim mesma na Tetê, principalmente por ela ser atrapalhadinha. Eu também tinha muita dificuldade em falar com meninos nessa idade e achei que ela representou muito do que eu fazia na época – virava uma matraca e falava sem filtros, haha. Acho que o livro tem temas com os quais todos podem se identificar, como bullying, família e namoros. Também gostei muito do humor da personagem, seus pensamentos geralmente eram o que me faziam cair na risada durante a leitura.

Minha única crítica ao livro é que as vezes achei que ela usava gírias demais durante a escrita e frases muito coloquiais. Eu entendo que a proposta é justamente falar com um público mais descontraído, mas em certos pontos da história, eu achei que foi um pouco de exagero.

Adolescentes cruéis são cruéis em qualquer lugar.

O livro todo aborda assuntos muito importantes, ainda mais na idade de Tetê. Além de mostrar bem como o bullying funciona, a autora também mostra o outro lado, de quem o pratica, e o quão prejudicial isso se torna para todos os envolvidos. É um dos temas centrais e achei que foi muito bem representado e tratado de uma forma que também incentiva as pessoas a olharem por outros pontos de vista e não se tornarem vingativas.

Não dói e não custa tentar sair da nossa zona de conforto. Se ficar ruim, a gente volta para ela. Mudar só um pouquinho por fora pode mexer um muitão por dentro.

Tetê também tem alguns problemas de auto estima que são resolvidos durante o livro e que a maioria dos adolescentes sente. Por causa da família da menina, o livro também trabalha a ideia de fazer terapia. No começo, Tetê não se sente muito confortável quando a mãe lhe envia para a terapia, pelo tratamento ser tachado como uma coisa que só gente maluca faz. Isso se prova ser uma grande mentira e a Tetê passa até a gostar muito do apoio do terapeuta e volta lá para outras consultas.

IMG_9228

Eu tinha um pouco de medo de não gostar do livro por achar ele um pouco bobo e se passar no ensino médio, mas imaginem qual foi a minha surpresa quando me peguei lendo o livro mais rápido do que podia imaginar e até rindo em certas partes. Apesar de ser um livro direcionado à adolescentes, principalmente pela temática, personagens e até por tratar intensamente de várias formas de bullying, os adultos também podem se identificar com a história e se lembrarem de como foram suas próprias experiências no ensino médio.

Confissões de uma Garota Excluída, Mal-Amada e (um pouco) Dramática
Autora: Thalita Rebouças
Páginas: 272
Editora: Arqueiro

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *